Você joga contra o próprio time?

O mundo precisa do amor de Deus.

Mas como experimentar algo que não se conhece?

É por isso que precisamos anunciar o Evangelho, pregar as Boas Novas e ensinar a Palavra.

Só que faz tempo que percebo uma manifestação colérica contra as igrejas evangélicas.

É fato que elas já não são mais as mesmas e o termo “evangélico” tem sido visto como pejorativo por conta do desvio de rumo que algumas igrejas tomaram.

Não há como negar também que existem pastores corruptos e líderes egocêntricos.

Sabemos que igreja não salva ninguém e que acima de qualquer coisa, nós devemos ser a IGREJA de Deus, o templo do Espírito Santo. Em qualquer lugar, a qualquer tempo.

Mas não devemos generalizar as coisas.

Existem pastores íntegros de coração, líderes que trabalham para servir ao próximo, igrejas sérias que desenvolvem trabalhos sociais, pessoas que são libertas e curadas nos cultos, vidas que são transformadas através da Palavra que é pregada nos púlpitos e consolidadas por meio do ensino nas Escolas Bíblicas ou reuniões nos lares. Eu cresci vendo isso acontecer.

A questão é: devemos ter cuidado para não jogar contra o nosso próprio time!

Porque a partir do momento que criticamos, afastamos ainda mais as pessoas que não conhecem a Cristo e acabamos rotulando todos os evangélicos como fanáticos e sem caráter.

O templo é lugar de adoração, de comunhão, de ensino e aprendizado. Mas é lógico que é possível fazer isso em qualquer outro lugar, DESDE QUE SEJA FEITO.

Fico me perguntando assim: Será que as pessoas que criticam as igrejas, os pastores, os líderes  estão exercendo algum ministério para edificação do Corpo de Cristo? Será que essas pessoas estão ensinando a Palavra embaixo de uma árvore, pelo menos? Será que estão pregando o evangelho nas praças, orando pelos enfermos nos hospitas, visitando os oprimidos e proclamando a libertação? Ou elas apenas usam do artifício da crítica para se acomodarem e não terem que pagar o preço?

Não preciso ficar aqui defendendo a importância de uma igreja, até porque, a Bíblia faz diversas referências a sinagogas, templos e tabernáculos onde as pessoas se reuniam para adorar a Deus e aprender da Palavra com o próprio Mestre.

Veja:

“E de dia Jesus ensinava no templo, e à noite, saindo, ficava no monte chamado das Oliveiras.” Lucas 21:37

 “E aconteceu num daqueles dias que, estando Jesus ensinando o povo no templo, e anunciando o evangelho, sobrevieram os principais dos sacerdotes e os escribas com os anciãos.” Lucas 20:1

 “Estas palavras disse Jesus no lugar do tesouro, ensinando no templo, e ninguém o prendeu, porque ainda não era chegada a sua hora.) João 8:20

 Mas, no meio da festa subiu Jesus ao templo, e ensinava. Jo 7:14

 E tanto outros…

 Igreja também é lugar para exercer ministérios, já que eles são para edificação do Corpo de Cristo conforme vemos em Ef. 4:12.

“Querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo; (Efésios 4:12)”

Ao meu ver, ministério é diferente de vocação e acho uma grande erro as pessoas acharem que só podem exercer a sua vocação nas igreja, quando na realidade, é possível fazer isso em qualquer lugar, a qualquer tempo. As pessoas depositam nas igrejas a responsabilidade pela sua vida cristã, pela sua salvação, quando na realidade não é.

A igreja é um lugar de ajuntamento, de comunhão, de partir do pão, de formação do caráter cristão. É PRECISO ESTAR JUNTO para saber qual é a necessidade do outro.

Gostaria que esse meu breve texto ficasse como reflexão.

O importante é o Evangelho ser pregado, vidas serem transformadas, edificadas e salvas.

Você está incomodado porque tem muita igreja por aí? Pois você deveria estar muito feliz! Faça a sua parte que é a de fazer a obra de Deus, dar testemunho e servir de exemplo e deixe as demais coisas por conta do Rei! Ele dará conta de tudo.

Uma coisa é certa: está ruim com um monte de igreja? Pior estaria se todas elas estivessem de portas fechadas.

Paz

Camila Vaz

Anúncios

2 comentários sobre “Você joga contra o próprio time?

  1. Oi Camila, muito boa reflexão,

    O problema da igreja atual é doutrinário, e para sarar a ferida somente pregando a Sã doutrina , quando isso não acontece começamos a pregar palaras positivas para levantar a auto estima do povo ou inventamos rituais.
    Acho que muito mais que ajuntar pessoas nas casas ou nos templos , é alinhar a igreja a doutrina e não ao contrário. Se isso não acontece pouca coisa estamos fazendo para o Pai.

    . Hoje na nossa cidade temos centenas de igrejas abertas no domingo, quem gosta de boa musica escolhe a igreja tal, se gosta de boa pregação ou uma juventude avivada escolhe a outra, enfim cada uma exalta suas qualidades com o proposito de ser diferente mas a doutrinha é que deve ser o nosso alvo e não essas coisas.

    Por isso que muitos ainda estão doentes dentro da casa do Senhor.

    Precisamos urgentemente pregar a Sä doutrina descrita em Mateus 5 a 7.

    Somos aqueles que irão chorar com a igreja e ser exemplo no rebanho!

    Paz

    Branco

    Curtir

Compartilhe, multiplique, comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s