E você? Crê em quê?

Sinto fadiga quando ouço o argumento frágil das pessoas que dizem não acreditar na Bíblia porque “foi escrita por homens.”

Essas mesmas pessoas acreditam que Pedro Álvares Cabral descobriu o Brasil;

Que Tiradentes morreu inforcado, que a Princesa Isabel assinou a Lei Áurea;

Que realmente houve a Revolução Francesa, a Revolução Industrial, a Inquisição.

 Ótimo! Eu também acredito. Mas alguém da nossa geração estava lá pra ver? Claro que não!

Acreditamos nesses fatos porque homens e mulheres deixaram registrado para as gerações futuras, através de livros, manuscritos e cartas. Assim como a Bíblia! Médicos, pescadores, profetas, reis, apóstolos, pessoas comuns, talvez.

Não sejamos tolos, afinal, além de todas as evidências científicas, arqueológicas e históricas de que os relatos bíblicos são reais e verdadeiros, é lógico que é preciso ter fé para crer em tantos outros que não são palpáveis, mas foram deixados por Deus para nós.

Mas somente através da fé, é possível ter experiências diárias e concretas relacionadas à Bíblia. Essas experiências dão sentido às palavras e elas ganham vida!

A Bíblia é a Palavra inspirada por Deus, Nela estão os princípios fundamentais para nortear a vida do homem. Ela é viva, eficaz e imutável. Transforma, liberta, consola, exorta e ensina.

Nela está escrito que “ a fé vem pelo ouvir a Palavra de Deus.” Então ouça, não feche os seus ouvidos e o seu coração. A medida que ela for penetrando no seu ser, o seu entendimento se abrirá e as coisas se tornarão claras como a luz do sol.

Penso que deve ser mais conveniente acreditar em horóscopo, mandingas, simpatias, supertições, em livros de auto-ajuda escritos por seja lá quem for ou em livros que por exemplo: foram escritos “por um professor que usava o pseudônimo de Allan Kardec, que seria a reencarnação de um reformador religioso chamado Jan Hus. (Complicado né?)

Quero dizer com isso que as pessoas acreditam em coisas muito mais difíceis de acreditar, mas quando se trata da Bíblia, há um pré-conceito, um tabu, uma barreira, mesmo sem conhecer o que se critica.

Acho que muitas são as motivações que levam as pessoas a acreditarem nisso ou naquilo e respeito o direito de todas as pessoas crerem no que quiserem, mas eu sei em quem e no que tenho crido e vivo isso diariamente na minha vida. Deste modo, gostaria que todos pudessem ter a oportunidade de conhecerem também.

Mas crer na bíblia implica crer Naquele que a inspirou. Isso gera mudança de comportamento (para melhor) e o desejo de ser verdadeiramente a imagem e semelhança de Deus. E isso não é fácil não. Talvez seja por isso que muitas pessoas prefiram ficar neutras.

Vou terminando por aqui lembrando que  a Palavra de Deus conforta, liberta, cura, transforma, ensina e salva.

Ela é lâmpada para nossos pés e luz para nossos caminhos. FAZ A DIFERENÇA.

É alimento para a alma e o espírito. Ela VERDADE e VIDA, é viva!

 O que você está esperando para se saciar e viver? Experimente!

 Camila Vaz

Anúncios

Um comentário sobre “E você? Crê em quê?

Compartilhe, multiplique, comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s