Realidade nua, crua e incrível

os_incriveis_051

Que ser mãe e pai não é uma tarefa fácil, não é novidade pra ninguém. 

Já registrei no blog muitas vezes a minha devoção pela maternidade e todo o amor que envolve essa dádiva, mas hoje, se eu registrasse em foto ou vídeo a atual situação dos meus dias, talvez (ou certamente) vocês não vislumbrariam a parte poética, só a caótica! 

Casa em obra, brinquedos pelo chão, almofadas  fora do lugar, gavetas bagunçadas, camas remexidas, muita roupa para passar, poeira para todos os lados e duas crianças cheias de energia (graças a Deus!), que pulam, correm, gritam “mamãe” o tempo todo, pedindo, choramingando, reclamando ou reivindicando alguma coisa.

Eu poderia também  registrar o espaço de tempo entre colocar os dois no banho e sentá-los arrumadinhos no sofá da sala. Aposto alto que daria um filme melodramático ou uma comédia épica. Loucura total! Enquanto a maior quer se vestir sozinha e reclama de pentear os cabelos, o menor come a pomada ou corre pelado pela casa.

Eu poderia ainda registrar os colchões deles no chão do meu quarto numa tentativa desesperada de ter uma noite de sono inteira, tranquila e sem interrupções, para aliviar as minhas olheiras e a cara de acabado do meu marido todas as manhãs…rs 

Mas não farei isso! Afinal, não quero traumatizar ninguém! haha

Só queria registrar aqui mais uma vez, que apesar de toda a agitação e quase-desespero, vale cada segundo. Vale a missão. Vale o sacrifício e cada renúncia que a gente faz. 

Porque de repente, no meio de toda essa bagunça, eu me pego olhando para eles com cara de boba, sorrindo sozinha enquanto fazem uma careta engraçada, descobrem uma habilidade diferente ou pronunciam uma palavra e errada.

Porque o amor incondicional deles por nós é traduzido em cada olhar, em cada gesto, a cada amanhecer.

Porque apesar da fadiga, flagro o sorrisão do meu marido quando chega do trabalho e os dois correm de braços abertos em sua direção gritando: “Papaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaai”! No caso do Isaque, “Papáááá”!. 🙂 E não desgrudam mais.

E mais: as aulas começaram por aqui. Levei os dois para a escola na expectativa de tardes livres para trabalhar, resolver pendências e descansar, mas adivinhem só… já estou morrendo de saudade deles junto comigo o dia todo. 

Essa propaganda que encontrei na internet reflete bem tudo isso que estou tentando dizer. É linda e real.

E por fim, como sempre, acabo enxergando poesia na doidice que é ser PAI e MÃE. Doideira boa e apaixonante. Não tem mesmo jeito pra mim…  

Se somos incríveis, não sei. Mas ter uma família é incrível!

Confiram só!

Bom final de semana!

novo_poster

Camila Vaz

Anúncios

Um comentário sobre “Realidade nua, crua e incrível

Compartilhe, multiplique, comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s