Família êh! Família ah! Família!

Imagem

Segundo o dicionário, família é um ” Conjunto de pessoas, em geral ligadas por laços de parentesco, que vivem sob o mesmo teto, particularmente o pai, a mãe e os filhos.”

Segundo a Bíblia, em Gênesis 1.27,28 está escrito: “Criou Deus, pois, o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. E Deus os abençoou e lhes disse: Sede fecundos, multiplicai-vos…”.

Para a sociedade pós-moderna pode ser: pai, pai e filhos, mãe, mãe e filhos, pai, mãe e filho, mãe e filho, pai e filho ou um grupo de pessoas unidas por convicções, interesses ou origem comuns.

Sim! Existem diversos tipos de formações familiares e todas elas devem ser respeitadas, inclusive todas elas são alcançadas pela proteção do Estado. Assim diz a Constituição:

Art. 226 da Constituição Federal: A família, base da sociedade, tem especial proteção do Estado.

Para mim, estritamente falando, a família deve estar unida ao propósito inicial de Deus para o homem porque ela é a base da sociedade. Portanto, é normal que as pessoas que creem na Bíblia, assim como eu,  achem que o modelo criado por Ele é perfeito e pleno.

Em sentido amplo, considero como família alguns amigos íntimos e os irmãos da igreja que faço parte. Algumas pessoas se tornam nossa família de consideração de acordo com a convivência e intimidade.

No entanto, as pessoas são livres para escolher qual modelo familiar desejam formar e não faz sentido algum tratar as pessoas de forma diferente por conta de suas decisões afetivas e pela forma com que vivenciam suas escolhas.

Acontece que os conflitos surgem quando um ou outro levanta a sua bandeira de forma intolerante, achando que todos são obrigados a seguir o seu modelo “ideal”. Aliás, o respeito pelas escolhas de cada um é algo que o ser humano tem muita dificuldade em exercer. Cada indivíduo tem o poder de decidir o que fazer de sua própria vida. Para isso somos todos livres!

Eu defendo que Deus tem um plano lindo para a família que Ele criou. E isso é imutável e inegociável pra mim.

Respeito a opinião de quem crê de forma diferente, porém também devo ter a minha opinião respeitada.

Afinal, respeito e tolerância são direitos de todos, mas também devem ser exercidos por todos!

Lembrando que respeitar uma opinião não significa concordar com ela. Então, mesmo que você seja convicto de um ideal, saiba ouvir e respeitar os ideais do seu próximo.

Que o cultivo do amor seja alicerce para a sociedade que desejamos.

Que Deus abençoe a sua família hoje e sempre.

E na sua casa? Como é a formação familiar?

Quem você considera como sua família?

Camila Vaz

Anúncios

Um comentário sobre “Família êh! Família ah! Família!

  1. Ei Camila!
    Tinha parado de “blogar” mas acho que tô voltando, rs. Muito bom o seu post. Então, eu penso na família como você, aquela instituída por Deus. Mas respeito qualquer outra. Respeito, tolerância são indispensáveis!
    Beijo!

    Curtir

Compartilhe, multiplique, comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s