Passado e presente: as crianças mudaram?

brincadeira de Criança #2

Depois que tive filhos comecei a me questionar sobre isso. Percebo uma diferença nítida de comportamento das crianças de antigamente em relação às crianças de hoje.

São vários os fatores que podem ter influenciado esta mudança. Não sei se há uma comprovação científica para o que estou dizendo, apenas conhecimento empírico.

Talvez a tecnologia tenha favorecido o estímulo da inteligência dessas crianças, talvez a ausência dos pais que trabalham fora tenha incentivado a independência delas, talvez a modernidade tenha feito com que as coisas simples parecessem sem graça aos olhos dos pequeninos, talvez o acesso precoce as informações desnecessárias tenha roubado a ingenuidade delas, talvez o aumento da violência nas ruas tenha afastado essas crianças umas das outras…

Sinceramente, não sei.

O fato é que elas são diferentes aos meus olhos. E isso me incomoda.

ANTIGAMENTE ATUALMENTE

A maioria não se interessa por brinquedos simples, tudo o que desejam é ficar em frente ao tablet, celular e TV, morrem de medo de bichos, não gostam de sol, de mato, de chuva, de lama, acham que brinquedo é descartável e diversão se resume em shopping.

Já tem gente falando sobre a morte da infância. Não diria tanto, mas talvez eu chamaria de infância sem graça.

Muitas estão se tornando adultas demais, independentes demais, intolerantes demais, ansiosas demais, sensuais demais, modernas demais.

Será que isso é pior, melhor ou não faz diferença?

Estive conversando com uma senhora mãe de 06 filhos, já adultos. Eu estava compartilhando com ela sobre a dificuldade que as crianças de hoje tem de se concentrar em alguma atividade, de obedecer aos pais, de compartilhar com amigos ou irmãos, de dividir, enfim…

Foi quando ela me disse: “ Minha filha, eu criei meus 06 filhos praticamente sozinha e eles ficavam horas brincando com brinquedos imaginários, ou com latas de mantimentos e colheres de pau, enquanto eu fazia o almoço e arrumava a casa, enquanto hoje, meus netos não param um minuto, nem com vários brinquedos de última geração espalhados pela casa.”

 E ainda acrescentou: “Não se preocupe, as crianças de hoje são diferentes sim. São independes e autoritárias. São agitadas demais e inquietas, além dos vários problemas de saúde que antigamente não existia (ou não se sabia).”

Daí eu não preciso de pesquisa científica para comprovar o que eu penso. Fico com a opinião experiente dessa mulher.

E claro, é tranquilizante saber que não sou frouxa, incompetente ou mole. O problema está na geração high tech de hoje em dia… hahaha

Será que estou exagerando, gente?

Qual é a sua opinião?

brincadeira-infantis-promovem-desenvolvimento

 

Camila Vaz

Anúncios

13 comentários sobre “Passado e presente: as crianças mudaram?

  1. Camila, concordo com você é tenho a mesma preocupação… sempre que posso estímulo brincadeiras e ensino as do meu tempo de criança, mas é complicado porque poucos pais fazem o mesmo. Ao mesmo tempo mudanças acontecem mesmo, as brincadeiras do tempo dos meus pais eram bem diferentes das do meu tempo e assim por diante…
    Onde vamos parar?!!
    Adorei a reflexão
    Bjs

    Curtir

  2. Oi, Camila, obrigada por comentar lá no nosso cantinho.
    Quanto ao seu post…
    Pois é, se a infância está ficando meio murcha eu não sei ainda ao certo (embora me questione frequentemente), mas que minha avó dizia que no tempo em que ela era criança as coisas eram muito diferentes, isso ela dizia. A infância da minha avó, segundo relato dela própria, foi muito diferente da infância da minha mãe. E a infância da minha mãe, por sua vez, foi bem diferente da minha. A minha foi diferente da infância que a minha filha está tendo… o que também me leva a refletir se essas mudanças “intergeracionais” não são simplesmente algo esperado e dentro do previsto. Não tenho esta questão fechada. Por enquanto apenas reflito nela… essa onda high tech muda a maneira de fazermos e vermos as coisas. Porém, os valores e princípios que a família tem, estes, sim, são inegociáveis e não podemos permitir que nenhuma onda high tech nos tire isso. Se essa onda está tendo esse poder, aí, sim, acredito que seja o caso de diminuir a dose ou cortar. Abraços!

    Curtir

  3. Oi Camila! As mudanças são visíveis. A família mudou, a tecnologia chegou, melhorias ocorreram, mas a simplicidade, por vezes, encontra-se abafada por essas novidades todas. Beijo! Renata

    Curtir

  4. Querida amiga
    Embora a luta diária
    seja difícil,
    é preciso recuperar nossos filhos
    dos braços da tecnologia,
    buscando preencher de uma forma
    que já não encontramos facilmente
    os seus espaços.
    Mas confesso,
    que concordo em muito com as suas palavras.
    Há quem acredite
    que felicidade
    vem por acaso.
    Mas felicidade
    é um compromisso
    com a vida,
    com os outros,
    e com nós mesmos.
    Por isso faça e seja feliz.
    Que este seja o seu compromisso fiel.

    Curtir

    • olha queria ,eu tambem concordo plenamente com sua opnião, achei muito interessante sou mãe de familia tenho 5 filhos, tenho essa preocupação com eles tambem, me chamo Nathalyn sou lesbica e meus filhão tem duas mãe junto com minha esposa Andressa ninomiya.

      Super BEIJO QUERIDA :*

      Curtir

  5. Olha querida concordo plenamente com sua opinião, sou mãe junto com minha esposa, somos um casal lesbico e a gente tem 5 filhos adotados me chamo nathalyn e minha esposa andresa.

    Super beijo querida

    Curtir

  6. Concordo com você, Realmente as mudanças são grandes, minha sobrinha de 2 anos e meio já sabe entrar no youtube e ver desenhos que ela quer ver, escolher e reclama, forma frases e têm opinião própria, fico preocupado com esse avanço; tenho também uma enteada de 10 anos, quase pré- adolescente, muito complicado educar quem nunca teve limite, acredito que nesta idade quem decide são os pais, claro tendo meio termo, onde possamos negociar as decisões e não sermos severos demais, ou carrascos. Bom respeito mutuo é saudável para uma convivência feliz.

    Curtir

Compartilhe, multiplique, comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s