Sobre a maternidade “virtual”

AmandaGreavette01-774x1024

Imagem: Amanda Greavette

Desde que me tornei mãe e comecei a registrar minhas experiências aqui no blog e no Recanto das Mamães, mergulhei de cabeça num universo curioso, apaixonante e ao mesmo tempo muito louco. O mundo da maternidade virtual.

Confesso que já dei boas risadas lendo textos incríveis e já me identifiquei inúmeras vezes com outros tantos textos sensíveis. Já chorei com desabafos que me faziam sentir amparada e acompanhada nessa jornada cheia de obstáculos e inseguranças. E claro,  já esclareci muitas dúvidas com outras mães mais experientes.

Imagem: Amanda Greavette

Imagem: Amanda Greavette

Conheci uma infinidade de blogs sobre o tema, li sensatas e também extremistas opiniões. Conheci mães super bem informadas, divertidas, dedicadas, artistas, esportistas, talentosas, vaidosas, empresárias, donas de casa, divas, fitness, feministas, machistas e mães que conseguiram fazer do seu blog, sua profissão. Seu ganha pão.

Maaaas, já tive até o desprazer de “presenciar” brigas virtuais. Já vi plágio de texto, comentários maldosos e julgamentos. E vi muita intolerância no que diz respeito aos princípios e escolhas umas das outras. Isso vai desde o tipo de parto (cesárea ou normal) até os princípios éticos, morais ou religiosos. Vide a campanha contra o aborto, onde fui severamente criticada por expor minha opinião.

7259e332bb8a0571d0b30bd79061b9e3

Imagem: Amanda Greavette

Mas de tudo o que leio, sempre busco extrair algum aprendizado, alguma reflexão. Dessa forma, percebi que o que falta para nós, mães, é um pouco mais de empatia, ou seja, a capacidade de entender o sentimento da outra, imaginando-se nas mesmas circunstâncias. E também de entender que não precisamos ter uma resposta pronta pra tudo, nem uma solução milagrosa para todos os percalços da maternidade e que todas nós possuímos telhado de vidro. Certeza!

Não há mãe perfeita, não há mãe certa ou errada. Não tem um jeito certo de fazer isso ou aquilo, não tem fórmula mágica.

Hoje em dia é preciso peneirar muito para achar um blog materno que tenha compromisso com essa sensibilidade. É difícil encontrar mães que revelem seus medos e compartilhem suas dúvidas com sinceridade e estejam dispostas a ajudar umas as outras de verdade. Além das aparências e fotos com filtro.

Diante de tanta superficialidade, da realidade maquiada, da comercialização da imagem e da exposição muitas vezes desnecessária da intimidade das crianças, tudo anda muito raso e monótono. Porque na vida real somos falhas, cheias de defeitos, dúvidas e inseguranças. O fato é que a maternidade é uma montanha-russa! Ou não?

living-in-the-body-milk-and-honey-amanda-greavette

Imagem: Amanda Greavette

Há exceções e vibro com isso. Amo encontrar mães reais! E pais também! Uma pena que a adesão deles ao universo dos blogs e afins seja ainda tão pequena…

Tenho certeza de que todos nós temos inúmeras facetas e podemos dividir o que há de melhor em nós para então somar e multiplicar esse amor sem medida na rede.

Seja como for, seja de verdade.

Acho que o mundo virtual está carente de mães reais. Só acho…

bjs

Camila Vaz

Blog

Fanpage

Instagram

 

 

 

Anúncios

2 comentários sobre “Sobre a maternidade “virtual”

  1. Me identifiquei totalmente com esse texto, e não é só com relação a maternidade virtual, mas a toda essa vida editada e perfeitinha que aparece por aí. Sinceramente, tenho agonia! Se estiver perfeito demais não me atrai. Gosto da imperfeição que nos é inerente! É ela que nos torna humanos e, talvez, mais capazes da tal empatia que você mencionou.
    Tenha uma ótima semana!
    Rosa
    Le Paquet

    Curtido por 1 pessoa

Compartilhe, multiplique, comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s