Um jardim em mim

mãos-sol-2

Todos os dias Ele vinha encontrá-la no jardim ao cair da tarde. Enquanto o sol se punha dourando o céu, seus olhos celebravam a presença Dele sorrindo. De mãos dadas, o tempo parava. O vento afagava seus cabelos e aquela doce voz desvendava os segredos da Criação. Bastava olhar ao redor e perceber tamanho amor e cuidado. Colo de Pai, abraço, afago e abrigo. Não lhe faltava mais nada.

Mas um dia seu falho coração conheceu a ingratidão. Imaginou que merecia mais do que tinha e que os limites existiam para ser rompidos. A insatisfação tornou-se um fardo difícil de suportar e a separação foi inevitável.

Tudo o que restou foram lembranças de um paraíso que não cabia mais em seu mundo, antes tão cheio de vida, agora tão vazio de Graça. A dor do arrependimento a consumia e tudo o que mais desejava era estar junto Dele, de volta ao Jardim.

Poderia ser o fim, mas não foi. Porque o amor é mestre em recomeços. E o amor Dele é perfeito em si mesmo.

Um amor sacrificial que pagou o preço de sangue para refazer o caminho de volta. Agora ela não mais precisa vir ao jardim para encontrá-lo. Ele pôs o jardim dentro dela. A liberdade de correr sem olhar para trás. Com pés descalços e passos largos.

Na presença Dele, inundada de alegria e paz, suas únicas palavras foram:

– Tudo o que eu preciso está em Ti.

Camila Vaz

 

 

Anúncios

Compartilhe, multiplique, comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s